Archive Page 4



Idéias para criar um mundo de paz

1. Sê generoso com o teu sorriso.

2. Pratica todos os dias atos de bondade.

3. Respeita a Terra.

4. Caminha por um bosque.

5. Planta uma árvore.

6. Contempla una montanha.

7. Não poluas.

8. Vive com simplicidade.

9. Deixa de tomar uma refeição e envia uma contribuição a alguma organização que ajude quem sofra de fome.

10. Apaga da tua mente qualquer fronteira.

11. Anuncia a paz às crianças.

12. Lê a carta do chefe Seattle ao presidente dos Estados Unidos.

13. Sê honesto.

14. Exige honestidade ao teu governo.

15. Pensa nas consequências.

16. Compromete-te com a não-violência.

17. Apoia as soluções não-violentas a problemas globais.

18. Defende a vida do planeta.

19. Exige a redução dos gastos militares.

20. Sê justo.

21. Jura lealdade à Terra e a todas as suas formas de vida.

22. Pensa por ti mesmo.

23. Faz perguntas.

24. Reconhece o teu potencial único.

25. Une-te a una organização que lute pela paz.

26. Sê menos materialista.

27. Sê mais amoroso.

28. Apoia um Código de Conduta de Venda de Armamentos.

29. Opõe-te a que continue a existir armas de destruição massiva.

30. Assina as petições que peçam a abolição do comércio de armas

31. Apoia as acções por uma proibição internacional das minas terrestres.

32. Utiliza os teus talentos especiais em prol de um mundo mais harmonioso.

33. Escuta o teu coração.

34. Ajuda um necessitado.

35. Luta contra o militarismo.

36. Conhece as vidas dos heróis pacifistas.

37. Ajuda a criar um parque ou jardim comunitário.

38. Comemora na tua comunidade o Dia Internacional da Paz

39. Ajuda a fortalecer as Nações Unidas.

40. Apoia a criação de um Tribunal Criminal Internacional que responsabilize os líderes políticos pela prática de crimes contra a paz, crimes contra a humanidade e crimes de genocídio.

41. Lê a Declaração Universal dos Direitos Humanos, e exige que ao teu governo a cumpra.

42. Toma conhecimento dos direitos das gerações futuras. Assina a Carta de Direitos das Gerações Futuras da Sociedade Cousteau.

43. Toma decisões como se todas as situações da vida valessem a pena. Porque valem mesmo!

44. Envolve-te nalgum grupo de ação global.

45. Faz com que tua voz seja escutada ao falar da paz.

46. Ri com mais frequência.

47. Brinca com uma criança.

48. Pede que haja mais atenção médica, educação e artes em lugar de mais armamentos.

49. Ajuda a educar a próxima geração a ser mais activa e responsável.

50. Aceita uma responsabilidade pessoal para criar um mundo melhor.

51. Canta.

52. Escreve um poema.

53. Caso sejas religioso organiza na tua Igreja um serviço religioso com o tema da paz.

54. Aprende coisas sobre as outras culturas.

55. Ajuda a alguém.

56. Apoia ao Fundo da Infância das Nações Unidas (UNICEF).

57. Escala uma montanha.

58. Limpa a tua mente.

59. Respira profundamente.

60. Toma chá.

61. Expressa os teus pontos de vista perante os funcionários de teu governo.

62. Luta pelo meio-ambiente.

63. Celebra o Dia da Terra.

64. Pensa como os astronautas, reconhecendo que somente temos uma Terra.

65. Sê construtivo.

66. Toca sinos pela paz.

67. Planta sementes de paz.

68. Cultiva um jardim.

69. Transforma um inimigo potencial num amigo.

70. Vê mais filmes com temas pacifistas.

71. Reparte algo.

72. Sê mais pacífico.

73. Envia uma nota de agradecimento.

74. Mostra aos teus amigos o muito que eles representam para ti

75. Diz com mais frequência “amo-te”.

76. Não toleres os preconceitos.

77. Exige uma melhor atuação dos governantes que elegestes.

78. Caminha ao longo de uma praia, de um rio, de um lago.

79. Reconhece que todos os seres humanos têm direito à vida.

80. Respeita a dignidade de toda a pessoa.

81. Sê um líder na luta pela decência humana.

82. Vê o filme “O Rei dos Corações”.

83. Envia sementes de girassóis aos líderes mundiais e exige um mundo livre de armas nucleares.

84. Opõe-te às tecnologias que prejudicam o meio-ambiente.

85. Perde uma discussão com um ser querido.

86. Lê o livro “Hiroshima” de John Hersey.

87. Caminha com suavidade sobre a Terra.

88. Aprecia o poder do sol.

89. Sê uma voz a favor do desarmamento nuclear.

90. Apoia uma ordem mundial mais justa.

91. Anuncia a não-violência com o exemplo.

92. Recorda que “Nenhum homem é uma ilha”

93. Desfruta estar com a natureza.

94. Não compres brinquedos bélicos.

95. Sê agradecido com o milagre da vida.

96. Lê “Nada de novo na frente” ou “Tempo de amar e tempo de morrer” de Erich Maria Remarque.

97. Recorda aos teus líderes que a paz é importante.

98. Opõe-te aos programas violentos de televisão em horários permitidos para crianças.

99. Escuta o “Hino à Alegria”, de Beethoven.

100. Celebra a paz.

Fonte: 100 Ideas para crear un Mundo mas pacifico – Por David Krieger http://ow.ly/3APu5

Os números de 2010

Os duendes das estatísticas do WordPress.com analisaram o desempenho deste blog em 2010 e apresentam-lhe aqui um resumo de alto nível da saúde do seu blog:

Healthy blog!

O Blog-Health-o-Meter™ indica: Este blog é fantástico!.

Números apetitosos

Imagem de destaque

Um Boeing 747-400 transporta 416 passageiros. Este blog foi visitado cerca de 4,200 vezes em 2010. Ou seja, cerca de 10 747s cheios.

 

Em 2010, escreveu 48 novo artigo, aumentando o arquivo total do seu blog para 80 artigos. Fez upload de 29 imagens, ocupando um total de 2mb. Isso equivale a cerca de 2 imagens por mês.

O seu dia mais activo do ano foi 24 de novembro com 65 visitas. O artigo mais popular desse dia foi Um novo olhar sobre Anápolis.

De onde vieram?

Os sites que mais tráfego lhe enviaram em 2010 foram twitter.com, mail.live.com, google.com.br, mail.yahoo.com e biocosmo.blogspot.com

Alguns visitantes vieram dos motores de busca, sobretudo por anapolis, druidas, luzes de natal, anápolis e anapolis goias

Atracções em 2010

Estes são os artigos e páginas mais visitados em 2010.

1

Um novo olhar sobre Anápolis dezembro, 2009
3 comentários

2

Governo Federal concede anistia política a Iris Rezende maio, 2010
1 comentário

3

Polyanna.”E se fosse com você?” janeiro, 2010

4

A orquidofilia em Anápolis julho, 2010
1 comentário

5

Comissão de Anistia julga processos em Anápolis abril, 2010

Orquidário Municipal será instalado no Parque Ipiranga

O secretario municipal de Meio Ambiente, Luiz Henrique, comunicou ao presidente da Associação dos Orquidófilos de Anápolis, Afonso Vasques, que a Prefeitura de Anápolis vai instalar, no Parque Ipiranga, o Orquidário Municipal de Anápolis, criado pela Lei Municipal nº. 3.166, de 07 de dezembro de 2005. Segundo a previsão da lei, o órgão deverá ser administrado pela Associação dos Orquidófilos de Anápolis, mediante a formalização de convênio.

São objetivos do Orquidário Municipal  incentivar o cultivo de orquídeas no Município de Anápolis, através da manutenção de um acervo permanente de plantas e a realização de exposições, cursos e pesquisas. Uma vez instalado no Parque Ipiranga, o Orquidário será  um local destinado à visitação pública, de forma permanente, funcionando também como um ponto de venda de plantas.

O presidente da Associação dos Orquidófilos, Afonso Vasques, agradeceu o apoio que vem recebendo do prefeito Antônio Gomide e lembra que, através de convênio já formalizado, a entidade vem recebendo o apoio da Prefeitura Municipal para a realização da exposição anual de orquídeas, que acontece sempre no mês de julho, durante as comemorações do aniversário da cidade.

Diretoria

A atual diretoria da Associação  Orquidófila de Anápolis tem a seguinte composição: Presidente, Afonso Vasques; Vice-presidente, Laurent Quèno; 1º Secretário, Luiz Carlos Duarte Mendes; 2º Secretário, Leslie Brossi Alemi; 1º Tesoureiro, Neusa Vasques; 2º Tesoureiro, Regina Célia Mendes e Diretor Social, Onaide Santillo. Integram o Conselho Fiscal Gilvanete Honorato e Chesman Gley de Souza Cruz.

 

Advogada goiana no TST

A advogada goiana Delaíde Alves Miranda Arantes, de 58 anos, foi escolhida, no início da noite de ontem, pelo presidente Lula, para ocupar o cargo de ministro do TST, na vaga deixada pela aposentadoria de José Simpliciano Fontes de Faria Fernandes. Natural de Pontalina, ela concorreu com outros dois advogados trabalhistas, o paulista Luiz Carlos Moro e o alagoano Adriano Costa Avelino. Ela agora deve ser sabatinada pelo Senado, mas a posse deverá ocorrer apenas na gestão da presidente eleita Dilma Rousseff. Candidata com mais experiência na área trabalhista, 30 anos completos de advocacia, Delaíde está ligada ao Direito do Trabalho desde a faculdade, quando já estagiava na área. Autora de obras jurídicas e representante de entidades do segmento, Delaídes atualmente preside o Instituto Goiano de Direito do Trabalho (IGT).

Fonte: O Popular – Marília Costa e Silva – 10/12/2010

O Louco

 

O Louco

Gibran Kahlil Gibran
 

Perguntais-me como me tornei louco.
Aconteceu assim: um dia, muito tempo antes
de muitos deuses terem nascido,
despertei de um sono profundo e notei que todas
as minhas máscaras tinham sido roubadas
– as sete máscaras que eu havia
confeccionado e usado em sete vidas  –
e corri sem máscara pelas ruas cheias de gente, gritando:
“Ladrões, ladrões, malditos ladrões!”

Homens e mulheres riram de mim e alguns
correram para casa, com medo de mim.

E quando cheguei à praça do mercado,
um garoto trepado no telhado de uma casa gritou:
“É um louco!”.

Olhei para cima, pra vê-lo.
O sol beijou pela primeira vez minha face nua.

Pela primeira vez, o sol beijava minha face nua,
e minha alma inflamou-se de amor pelo sol,
e não desejei mais minhas máscaras.

E, como num  transe, gritei:
“Benditos, bendito os ladrões que
roubaram minhas máscaras!”

Assim me tornei louco.

E encontrei tanto liberdade
como segurança em minha loucura:
a liberdade da solidão e a segurança de não ser compreendido,

pois aquele desigual que nos compreende escraviza alguma coisa em nós.

A CPFM e a saúde pública no Brasil

O Brasil, como qualquer outro país, tem dois caminhos para cuidar da saúde da população. De um lado pode seguir o modelo americano, fundamentado nos planos de saúde. Nos EUA, mesmo com a reforma realizada por Obama, o acesso à médicos e hospitais só acontece através de planos de saúde. É o capitalismo na medicina, na sua forma mais pura. Um outro modelo é aquele adotado na França, em que o Estado, através de uma rede pública de saúde, oferece os serviços de saúde a todos, inclusive estrangeiros.  Estes sistemas não são excludentes e o Brasil adota os dois: temos hospitais públicos, que atendem a população mais pobre, e os planos de saúde, financiados pelos brasileiros endinheirados.

Entendo que o Brasil deve continuar buscando a meta de universalizar os serviços de saúde, assegurando a todos os serviços públicos, que hoje atendem 80% da população, através do SUS. Para isso é importante investir cada vez mais no setor de saúde – uma prioridade apontada por políticos e eleitores. Daí a importância da CPMF, que vai trazer recursos para o setor, a despeito dos protestos da classe média e alta, que prefere uma vida privada, com planos de saúde, escolas particulares e condomínios privados. Mas o que precisamos é de um Brasil com serviços públicos para todos, não só na saúde, mas na educação, na Previdência Social e na segurança pública. E isso só é possível com a arrecadação de impostos, com a participação de todos.

Ainda com relação ao CPMF vale lembrar que é considerado um tributo justo, cobrado dos que têm mais dinheiro e destinado aos que têm menos. Além disso vai atender – em parte – a crônica falta de recursos para o setor de saúde, já que o Brasil é um país que, comparativamente, investe pouco neste setor.

O  médico Gilson Carvalho, consultor do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), em entrevista ao Estadão, compara o gasto per capita com saúde no Brasil e noutros países, e constata que é preciso que é preciso aumentá-lo. Em dados de 2006, o Brasil gasta US$ 367 per capita por ano com saúde; Colômbia, US$ 534; Argentina, US$ 758; Portugal, US$ 1.494; Inglaterra, US$ 2.434; França, US$ 2.833; Estados Unidos, US$ 3.074. Em 2009, o gasto brasileiro subiu para US$ 442.

 

Quem é o teu próximo?

Veja, neste vídeo, o trabalho realizado pelo religioso Cappelletti, que trabalha auxiliando as pessoas nas ruas de São Paulo – drogados, travestis, etc. É um trabalho de caridade, que remete à história do Bom Samaritano e aos ensinos de Mateus, 25/35: “Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me”.


Perfil

Luiz Carlos Mendes, jornalista, com interesse em Política, Cultura Digital, Meio Ambiente e Espiritualidade. Ligado no mundo e na minha aldeia: Anápolis, em Goiás.

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 8 outros seguidores

abril 2015
S T Q Q S S D
« jan    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Twitter – @luizzmendes

Flickr Photos

DSC00258_167 kb

PSDB em Anápolis

Renato Mendes, mestre em Filosofia

Mais fotos

Arquivos

Categorias


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.