Mostra KSULO resgata importância do médico Anapolino de Faria

A 1º Mostra de Arquitetura de Anápolis, denominada Mostra KSULO (kzulo.com), está acontecendo até o dia 10 de dezembro deste ano e tem como cenário a residência do médico e ex-prefeito de Anápolis, Anapolino de Faria, localizada na rua Dona Sandita, no centro da cidade.

Coordenada por um grupo de arquitetos anapolinos, liderados pela arquiteta Marisa Felix de Araújo, a Mostra KSULO promoveu uma completa restauração da residência e cada um dos 29 ambientes da casa ficou a cargo de uma equipe de arquitetos. A mostra envolve arquitetura, design, história e arte e o resultado surpreendeu pela beleza e preservação do ambiente original.

OSCAR NIEMEYER

Um aspecto interessante da Mostra KSULO é o de registrar a presença de Oscar Niemeyer em Anápolis, através do projeto da casa do médico Anapolino de Faria, que foi elaborado por Niemeyer e sua equipe. Para marcar esta ligação, os organizadores convidaram para participar da Mostra o arquiteto Paulo Sérgio Niemayer, bisneto do criador de Brasília (@institutoniemeyer), que fez uma original intervenção na entrada da residência.

ANAPOLINO DE FARIA

A Mostra resgata também a história desse importante político brasileiro, que foi o médico Anapolino Silvério de Faria. Nascido em Anápolis, em 1921, Anapolino de Faria formou-se em Medicina em 1947, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Retornando a Anápolis, casado com a carioca Dulce de Faria, o médico fundou a Clínica e Hospital Dom Bosco e dedicou-se também à atividade política, tendo exercido os cargos de vereador à Câmara Municipal de Anápolis (1954), Deputado Estadual (1962 e 1986), Deputado Federal por Goiás (1966/1970) e prefeito de Anápolis por duas vezes: nomeado, de 1983 a 1985; e prefeito eleito, no período de 1989 a 1992. Faleceu em Goiânia, em 2008.

Anapolino de Faria foi um político atuante, tendo se destacado na luta pela redemocratização do País. Foi fundador e primeiro presidente do MDB em Goiás e mantinha estreitas ligações com grandes políticos brasileiros, como Juscelino Kubitschek e Ulysses Guimarães. (Um carro utilizado por Kubitschek faz parte da Mostra). Sua esposa, Dulce de Faria, também teve uma importante presença em Anápolis e é homenageada na Mostra.

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

A mostra KSULO contribui para tornar mais conhecida a residência da família do médico Anapolino de Faria, um marco para a arquitetura da cidade de Anápolis. Não apenas o projeto da casa foi assinado por um arquiteto conhecido, mas também os ambientes internos levam a assinatura de outros artistas da época, como o artista Sérgio Rodrigues.

A preservação desse importante patrimônio cultural é, no entanto, incerta, pois não se conhece o projeto da família para o local. Uma alternativa viável é não apenas o tombamento do local, como patrimônio histórico municipal, mas principalmente a aquisição do imóvel, pela Prefeitura Municipal de Anápolis, para fazer funcionar no local um dos equipamentos culturais do município, como a Escola de Artes ou a Escola de Música, ou mesmo um novo museu para a cidade. (Luiz Carlos Mendes).

 

Anúncios

Cais do Valongo, patrimônio mundial no Rio para não esquecer o horror da escravidão | Brasil | EL PAÍS Brasil

valongo

Local escolhido pela Unesco neste domingo fica na região portuária do Rio e foi porta de entrada de escravos

Fonte: Cais do Valongo, patrimônio mundial no Rio para não esquecer o horror da escravidão | Brasil | EL PAÍS Brasil